RN tem saldo positivo de mais 32,2 mil carteiras assinadas em 2021

 


O Rio Grande do Norte criou 32.204 vagas de emprego formal no ano de 2021. Foram 190.640 admissões ao longo do ano, e 158.436 desligamentos registrados. O resultado representa um salto quando se compara a 2020, que fechou com saldo acumulado negativo (-3.179). Apesar do bom desempenho, o mês de dezembro foi o segundo pior do ano com mais demissões (13.661) do que formalizações de contratos (12.694), e um saldo negativo de 967 vagas. Os dados estão no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta segunda-feira (31) pelo Ministério do Trabalho e Previdência.

O Estado segue o mesmo ritmo do País, que perdeu 265.811 vagas de emprego com carteira assinada no mês de dezembro, mas no acumulado do ano apresenta saldo de 2.730.597 postos de trabalho. Foram 20.699.802 admissões e 17.969.205 desligamentos no Brasil em 2021.

Já no Rio Grande do Norte as empresas contrataram 190.640 trabalhadores e desligaram outros 158.436 dos seus quadros, gerando um saldo de 32.204 vagas. O RN foi o sexto do Nordeste que mais criou empregos no ano, ficando atrás da Bahia (133.779), Pernambuco (89.697), Ceará (81.460), Maranhão (40.605), Paraíba (32.970) e à frente do Piauí (20.688), Alagoas (29.219) e Sergipe (13.956).

Comentários

Postagens mais visitadas