Com redução de 1% nas vendas em 2021, varejo do RN fecha terceiro ano seguido sem crescimento

No acumulado de 2021, o comércio varejista potiguar fechou com redução 1% no volume de vendas. Dessa forma, o setor completa três anos seguidos sem crescimento anual conforme a Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) do IBGE.

Em 2020, houve uma queda de 3,2% em relação ao acumulado do ano anterior. Em 2019, o volume de vendas do comércio norte-rio-grandense permaneceu estável em comparação a 2018.

Na direção contrária, o comércio brasileiro (1,4%) acumulou alta em 2021 pelo quinto ano consecutivo.

De acordo com a comparação mensal da pesquisa, o volume de vendas potiguar cresceu 0,5% em dezembro frente a novembro de 2021. O Brasil (0,1%) ficou praticamente estável nesse período.

Síntese do RN: dezembro de 2021

Comércio

Período Varejo Varejo ampliado
Volume de vendas Receita nominal Volume de vendas Receita nominal
Dezembro/novembro 0,5 % 0,3% 2,8% 2,1%
Dezembro 2021/dezembro 2020 – 7% 6,9% – 3,9% 9,7%
Acumulado 2021 – 1% 13,1% 2,3% 16,7%
Acumulado 12 meses – 1% 13,1% 2,3% 16,7%
Fonte: IBGE, Pesquisa Mensal do Comércio
 

Período Volume de serviços Receita nominal de serviços
Dezembro/novembro 1,4% 0,9%
Dezembro 2021/dezembro 2020 10,8% 18,0%
Acumulado 2021 10,2% 13,2%
Acumulado 12 meses 10,2% 13,2%
Fonte: IBGE, Pesquisa Mensal de Serviços
 

No RN, 2021 tem maior crescimento de volume de serviços em dez anos
A variação acumulada em 2021 do volume de serviços do Rio Grande do Norte foi de 10,2%. Esse resultado foi o melhor dos últimos 10 anos no estado e evidencia a recuperação do setor de serviços, levando em conta a comparação com o acumulado de 2020 quando o RN teve um resultado negativo de 15,7%. Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada na quinta-feira(10) pelo IBGE.

Comentários

Postagens mais visitadas