Policiais disparam contra carro e atingem criança de 10 anos e dois adultos no interior do Ceará

Policiais disparam contra carro e atingem criança de 10 anos e dois adultos no interior do Ceará

Uma criança de 10 anos e dois adultos foram baleados por agentes da Polícia Militar na cidade de Hidrolândia, no interior do Ceará, na noite desta sexta-feira (9). As vítimas estavam em um carro, que foi atingido pelos tiros disparados pelos agentes. O menino foi levado a uma unidade hospitalar com uma bala alojada no pescoço, enquanto um dos homens perdeu a visão de um dos olhos e o outro foi atingido na região da coluna e da coxa. Os três sobreviveram.

A PM afirma que apura as circunstâncias da perseguição policial que terminou em lesão. Conforme a corporação, o destacamento policial foi acionado para atender uma ocorrência de disparos de armas de fogo feitas por um grupo que estava em um carro escuro.

Segundo a polícia, os agentes deram ordem de parada, mas o condutor não obedeceu, então teve início uma perseguição e três ocupantes do carro foram atingidos por arma de fogo. A criança e os dois homens foram socorridos para um hospital da cidade.

Além dos três feridos, no carro também estavam duas mulheres, entre elas uma gestante de gêmeos, que é irmã do garoto. As mulheres não foram atingidas.

Bala no pescoço e perda da visão

De acordo com uma parente das vítimas, que terá a identidade preservada, a criança estava brincando de soltar bombinhas de São João em um campo de futebol. Em determinado momento, dois casais, entre os quais estava a irmã grávida do garoto, foram ao local para buscá-lo em um carro.

Na volta para casa, o veículo onde o grupo estava foi perseguido pela PM, que atirou no carro, ferindo os ocupantes. Um dos baleados, um jovem de 22 anos, foi atingido por tiros na coluna e no joelho, segundo a família.

 

A outra vítima foi baleada da cabeça e na coxa. Conforme a família, o homem perdeu a visão de um dos olhos, por conta dos disparos.

Já a criança, levou um tiro no pescoço e, até a noite deste sábado (10) estava com a bala ainda alojada na região. O garoto foi transferido para o hospital Instituto Doutor José Frota (IJF), no Centro de Fortaleza.

PMs afastados e armas recolhidas

Os PMs envolvidos no caso se apresentaram na Delegacia Regional de Canindé, onde a ocorrência foi registrada pela Polícia Civil. Em seguida, os policiais foram ouvidos pelo comando do Batalhão ao qual são subordinados e tiveram as armas recolhidas para envio a Perícia Forense do Ceará (Pefoce). Os agentes foram afastados das funções até a conclusão do caso.

Fonte: G1

 

Comentários

Postagens mais visitadas