Peregrinos de Sant’Ana podem inspirar novo produto turístico para o Seridó

 

A tradicional Peregrinação de Sant’Ana da Caravana Ilton José de Souza Pacheco, que acontece desde 2000, abre uma janela de oportunidade para que o Seridó crie uma rota de peregrinação permanente. Os peregrinos de Sant’Ana percorrem a pé, anualmente, o trecho que liga as duas cidades que tem Sant’Ana como padroeira: Caicó e Currais Novos. O trajeto que passa por Acari, Cruzeta e São José do Seridó é marcado por muita espiritualidade e manifestações culturais.

Com a melhoria na infraestrutura dessas localidades, essa rota poderia se tornar permanente, atraindo turistas que quisessem percorrer o trajeto a pé ou de bicicleta, aproveitando também o cenário rural com a culinária, a música e o artesanato do Seridó.

“Compostela é um grande exemplo de rota para peregrinos. O Seridó tem uma dimensão de fé considerável e o turismo religioso pode se tornar alternativa para o desenvolvimento de novos produtos turísticos”, destaca Josemery Alves, professora do Departamento de Turismo da UFRN e integrante do grupo Peregrinos de Sant’Ana.

A caicoense Josemery Alves será uma das expositoras do 1° Fórum de Turismo Religioso do Seridó e o tema da sua apresentação será bem especial para o mês de julho: “Peregrinos de Sant’Ana: manifestação de fé no sertão do Seridó”.

Robson Pires.

Comentários

Postagens mais visitadas