Paraíba reduz área de seca no mês de abril, aponta Monitor de Secas do Governo Federal

Paraíba reduz área de seca no mês de abril, aponta Monitor de Secas do Governo Federal — Foto: Artur Lira / G1

A Paraíba está entre os sete estados do país que apresentaram um agravamento da seca no mês de abril. No entanto, houve uma redução da área com a existência do fenômeno. As informações são do Monitor das Secas, publicado pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA).

Os outros estados que também apresentaram um agravamento da seca foram Goiás, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

Em abril deste ano, em comparação a março, as áreas com seca tiveram redução em três das 20 unidades da Federação acompanhadas pelo Monitor de Secas: Alagoas, Paraíba e Pernambuco.

Devido às chuvas acima da média em abril, foi observada uma melhora na condição de seca na maior parte dos estados, marcada principalmente pelo recuo das áreas com seca moderada e/ou fraca. Nesse sentido, Alagoas, Paraíba e Pernambuco tiveram redução da área com a presença do fenômeno. Em contrapartida, houve avanço da seca moderada no Ceará e surgimento de seca fraca no norte maranhense.

O Monitor realiza o acompanhamento contínuo do grau de severidade das secas no Brasil com base em indicadores do fenômeno e nos impactos causados em curto e longo prazo. Os impactos de curto prazo são para déficits de precipitações recentes até seis meses. Acima desse período, os impactos são de longo prazo. Essa ferramenta vem sendo utilizada para auxiliar a execução de políticas públicas de combate à seca.

O estudo é coordenado pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), com o apoio de diversas instituições estaduais. Na Paraíba, o trabalho é feito conjuntamente com a Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa-PB).  

G1 PB.

Comentários

Postagens mais visitadas