Suspeito de participar do assassinato de sargento do Bope é morto em confronto com a polícia na Grande Natal

Suspeito disparou várias vezes contra policiais — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Um suspeito de participar da tentativa de assalto que terminou com a morte do sargento do Batalhão de Operações Especiais (Bope), Francisco Edmilson da Silva, foi morto em confronto com a Polícia Militar na tarde desta terça-feira (12) no município de Extremoz, na Grande Natal.

De acordo com o chefe de investigações da Delegacia de Polícia Civil de Extremoz, Alexandre Veiga, havia um mandado de prisão contra o suspeito pela participação no crime que seria cumprido nesta terça-feira. Ernane Maia Cruz Filho, de 36 anos, é suspeito de dirigir o carro durante a fuga no dia do crime.

"Ele teria dado a fuga para os autores desse crime. A participação dele era dar fuga, ser o 'cavalo'", explicou. 

Com o mandado de prisão, os policiais se dirigiram a Extremoz, já que tinham a informação de que o suspeito estava escondido em uma casa no bairro São Miguel Arcanjo. Ao perceber a ação dos policiais do Bope, no entanto, Ernane Maia Cruz Filho atirou contra eles e acabou sendo atingido enquanto tentava fugir.

"O suspeito está envolvido na morte do sargento F. Silva e vieram fazer o cumprimento de um mandado de prisão. Mas ele iniciou fogo confrontando a policia", explicou o chefe de investigação.

"Primeiro, chegou um carro descaracterizado. Depois, veio o carro do Bope. Ele se assustou, correu e na fuga começou a atirar contra os policiais. Saiu pulando os muros das casas na perseguição".

Com o suspeito, foi apreendida uma pistola calibre 380, que foi usada contra os policiais . Das 14 munições do pente, apenas cinco ainda estavam nele.

G1 RN.

Comentários

Postagens mais visitadas