domingo, 6 de setembro de 2020

Pescadores comemoram aumento da produção de peixes depois da recarga da barragem de Umari

Pescadores de Upanema comemoram aumento da produção de peixes depois da recarga da barragem de Umari  — Foto: Reprodução/Inter TV Costa Branca
Os pescadores da colônia Z-52, na barragem de Umari, município de Upanema, região Oeste do estado, conseguiram melhorar a produção de peixes, graças ao bom nível do reservatório. A barragem chegou perto de sangrar em 2020 e está atualmente com 86,4% do volume total que pode armazenar, que é de 292.813.650,00 m³. No início de 2019, a barragem estava com cerca de 30% da capacidade.

A última sangria registrada em Umari aconteceu no ano de 2009. As chuvas deste ano foram responsáveis pela recarga da barragem, que é a terceira maior do Rio Grande do Norte. De acordo com a Emparn, em 2020 Upanema registrou no acumulado, 1151,1 mm de chuva. Isso representa cerca de 30% a mais de toda chuva registrada em 2019, quando choveu 764 mm. 

O pescador e agricultor Luiz Lopes é um dos beneficiados. Ela conta que até o início do ano de 2020, dava pra ver os galhos secos da vegetação que fica no entorno da barragem. Agora, tudo está coberto pela água do reservatório. A água que hoje molha a cerca da propriedade dele na zona rural do município, é motivo de alegria.
“No ano passado, tava muito longe. Ficava bem lá pra dentro, na faixa de uns 200 metros ou mais, daqui pra chegar onde ela (a água) tava. Graças a Deus esse ano, com o inverno, a gente tá vendo ela bem pertinho! Esse ano tem sido muito bom pra nós. Já pegamos bem muito peixe nela. Tem dado muito peixe, devido o inverno ter sido muito bom. Tudo isso já ajudou a gente”, conta o pescador, Luiz Lopes.

Para agricultores e pescadores, a fartura de água é um sinal de tempos de mais tranquilidade daqui pra frente. Segundo Presidente da Colônia de Pescadores, José Francisco dos Santos, mais conhecido como “Dedé”, quando a barragem chega ao nível em que está hoje, todos se beneficiam.

“Quando ela está assim, o peixe aumenta. Conversei com os pescadores e eles relataram que até agora nesse mês de julho, teve pescador quem em um dia chegou a pegar 101 kg de peixe. Isso mostra que, com a capacidade que ela tá, a produção de peixe é bem mais favorável para o pescador”

Pescadores que em anos anteriores precisavam deixar o município em busca de outros reservatórios com maior volume de água, agora retomam a rotina diária de pesca. “Eu chego aqui lá pelas 6 horas, eu coloco a rede e na faixa das 10 horas eu vou apanhando ela novamente. Sempre eu pego uns peixes. Tilápia, tucunaré...”, conta seu José Alcides, que também é pescador na barragem.

G1 RN.

Nenhum comentário:

Postar um comentário