sábado, 1 de agosto de 2020

Governo terá até setembro para aprovar nova Previdência no Rio Grande do Norte e vai manter a proposta atual

Após não conseguir votos suficientes na Assembleia Legislativa nas últimas duas semanas para aprovar a reforma previdenciária, o presidente do Instituto de Previdência do Estado do Rio Grande do Norte (Ipern), Nereu Linhares, afirmou que o governo vai manter a proposta atual sem modificações.

A declaração de Linhares foi ontem, minutos após a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) da Previdência do Estado ser retirada de pauta da sessão com o consenso de todos deputados.

A retirada aconteceu depois do governo federal estender o prazo para os Estados aprovarem as suas reformas próprias da previdência, que se encerrava nesta sexta-feira, 31. Agora, os Estados têm até 31 de setembro para isso.

TRIBUNA DO NORTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário