terça-feira, 9 de abril de 2019

Pai e filho presos por integrar grupo que fraudava documentos NO Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco

Segundo a polícia, pai e filho são suspeitos de integrar um esquema criminoso especializado em falsificação de documentos e fraudes com o uso das identidades e CPFs adulterados foram presos durante uma operação deflagrada pela Polícia Federal (PF) de Pernambuco na cidade de Parnamirim, na Região Metropolitana de Natal (RN).

Manoel Antônio da Costa Neto, de 47 anos, e Breno Marcílio Gonçalves da Costa, de 27, os dois foram encontrados em um condomínio de luxo do município. Além de documentos que provam as fraudes cometidas por eles, a equipe envolvida na ação também apreendeu dois veículos, um deles importado.
A ação foi realizada em razão de investigação desenvolvida em Pernambuco em conjunto com a Receita Federal do Brasil, que detectou a atuação do grupo nos Estados de Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco.

Manoel e Breno foram levados à audiência de custódia em Goiana e, em seguida, após confirmação de suas prisões preventivas, foram recolhidos ao COTEL- Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna.

Eles vão responder pela prática de crimes de falsificação de documentos públicos, inserção de dados falsos em sistemas da Receita Federal e organização criminosa, com penas que variam de dois a oito anos de reclusão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário