quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Comércio de Natal espera vender 7% a mais durante o Carnaval de 2019

Com o Carnaval começando em 1º de março – no ano passado teve início em 13 de fevereiro – os comerciantes de Natal já estão celebrando antecipadamente as boas vendas num mês em que normalmente é de baixa.

“É sinal de que teremos hotéis ocupados e muita gente gastando”, diz Derneval Júnior, presidente da Associação dos Lojistas do Midway Mall.
Este ano, um acordo com o sindicato dos comerciários deu a folga da categoria para a segunda-feira de Carnaval, que cairá no dia 4. Isso significa que o domingo e a terça-feira serão de trabalho e faturamento para o lojista que quiser abrir e, é claro, vendedores que quiserem trabalhar.
Para Derneval Júnior, tudo isso deve favorecer a uma alta de 7% no faturamento do varejo em relação ao ano passado, quando a festa aconteceu em fevereiro. Outro fator que ajudará nos resultados positivos são os investimentos do município ligados à festa, que vem crescendo de uns anos para cá.

“O tratamento que o prefeito Álvaro Dias resolveu dar para o Carnaval deve repercutir, com certeza, nas vendas do comércio este ano”, antecipa o lojista.
No Alecrim, um “atacarejo” de produtos carnavalescos fundado há 15 anos – a Osvaldo Atraente – espera este ano aumentar seu faturamento 50% nos cinco dias de festividades carnavalescas.
Segundo a gerente Ana Carolina, os artigos que puxarão as vendas são o spray de espuma, o spray de confete e as fitas de cabelo coloridas.

Um estudo do Sebrae mostra que a formalização dos pequenos negócios ligados ao carnaval cresceu 312% nos últimos sete anos no Rio Grande do Norte.
Para o superintendente do Sebrae no RN, Zeca Melo, independentemente da crise econômica, as festas carnavalescas têm importância social e econômica que transcendem políticas fiscais.
“São expressões populares que precisam ser apoiadas não com financiamentos, mas com políticas de incentivo para voltar a ser uma festa das famílias”, opinou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário