terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Acusado de participar de quadrilha que praticava assaltos é executado a tiros em Umarizal


Umarizal registra seu primeiro homicídio do ano de 2019, o crime aconteceu na noite deste domingo (17), na Avenida 27 de novembro.

Segundo relatos na Polícia Militar, João Bezerra de Farias, 22 anos, conhecido popularmente por “João Neto”, estava bebendo em um bar, quando chegaram dois homens em uma motocicleta de cor preta, ambos vestindo roupas pretas e capacetes, e executaram a vítima com vários tiros.

No local estavam várias pessoas bebendo e dançando, quando os elementos efetuaram os disparos de armas de fogo na direção de João Neto.

Após os crime os dois elementos parecendo não conhecer bem a cidade de Umarizal, fugiram na direção do Pelotão de Polícia Militar, e se depararam com a viatura, onde houve perseguição e tiros, mas os elementos conseguiram se evadir.

João Neto já respondia a processos na justiça e era suspeito de participar de uma quadrilha que pratica assaltos nas estradas próximo de Umarizal, inclusive já havia sido reconhecido por vítimas desses assaltos nas proximidades do trevo que dá acesso a cidade de Lucrécia.

João Neto também era investigado por incendiar os carros da prefeitura municipal de Umarizal, numa onda de incêndios determinados por uma facção criminosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário