quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Giselda Trigueiro esclarece morte de paciente dentro do hospital

A direção do Hospital Giselda Trigueiro esclareceu a morte do paciente que foi envenenado pela própria filha nessa terça-feira (15). Em nota, a unidade hospital explicou que o ato aconteceu durante o período de visita dos familiares.

Segundo o texto, após a injeção do veneno, o paciente sofreu parada cardiorrespiratória e foi “prontamente atendido pela Equipe de plantão, que percebeu odor sufocante de substância que parecia ser querosene, o que chamou a atenção de toda a Equipe”.
A direção do hospital ainda lamentou “o ocorrido, fato semelhante nunca houve em nosso Serviço”, acrescentou a nota. Confira a nota na íntegra

A direção do Hospital Giselda Trigueiro, integrante da rede estadual de saúde pública do Rio Grande do Norte vem a público lamentar e esclarecer a morte, por causa externa, de um paciente internado na UTI na tarde deste terça-feira (15/01):

Durante a Visita dos Familiares, cerca de meio-dia, uma filha ao visitar o pai, confessou ter injetado veneno de carrapato em seu próprio pai. Após a administração do veneno, o paciente fez parada cardiorrespiratória, sendo prontamente atendido pela Equipe de plantão, que percebeu odor sufocante de substância que parecia ser querosene, o que chamou a atenção de toda a Equipe. O paciente não retornou à vida, apesar do empenho da equipe.

Foram recolhidas as seringas deixadas no lixo do leito, que tinham o odor semelhante ao percebido pela Equipe, e ainda continha resíduo líquido em seu interior. A filha do paciente permaneceu em sala reservada na UTI, até a chegada da Polícia, que averiguou os fatos e colheu a confissão da filha, que admitiu ter injetado veneno de carrapato em acesso venoso do pai. A filha do paciente seguiu aos cuidados da Polícia, assim como todas as provas físicas foram encaminhadas ao Itep. O corpo do paciente também seguiu ao Itep para verificação da causa do óbito. Lamentamos o ocorrido, fato semelhante nunca houve em nosso Serviço. Que a Família do paciente encontre o conforto e mantenha a fé e a serenidade, em momento tão difícil. Todo o relato do caso foi registrado em prontuário, assim como alguns membros da Equipe seguiram para depoimento em delegacia. Sensibilizados estamos com o caso e esperamos que todos os fatos sejam apurados e esclarecidos. A Direção

Nenhum comentário:

Postar um comentário