terça-feira, 17 de abril de 2018

Na véspera de julgamento no STF, Aécio diz que disputará eleição mesmo se virar réu

Na véspera da sessão da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) que pode transformá-lo em réu, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) reuniu a imprensa para um pronunciamento de 12 minutos em que respondeu a apenas duas perguntas dos jornalistas.
Ele é acusado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) de ter recebido R$ 2 milhões em propina do empresário Joesley Batista, dono da JBS. O senador refuta todas as acusações e diz que é vítima de um “tsunami de versões”. 
Aécio foi denunciado ao STF pelos crimes de corrupção passiva e obstrução à Justiça. Nesta terça-feira (17), os ministros do colegiado do STF decidem se abrem ou não uma ação penal contra o tucano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário