quarta-feira, 7 de março de 2018

67% das mulheres dizem ter presenciado assédio sexual nos ônibus de Natal

67% das mulheres dizem ter presenciado assédio sexual nos ônibus de Natal
Dentre as entrevistadas de uma pesquisa realizada com mulheres nas quatro regiões administrativas de Natal, 67,24% afirmaram já ter presenciado algum tipo de assédio sexual dentro dos transportes coletivos da capital. 30,63% responderam que não presenciaram e 2,13% não souberam ou não quiseram responder.
A pesquisa realizada pelo Instituto Perfil com 800 mulheres foi divulgada nesta terça-feira, 6, e revelou ainda que as mulheres usuárias do transporte coletivo da zona Norte foram as que mais presenciaram o assédio sexual dentro do coletivo. A porcentagem foi de 82,52%. Elas foram seguidas pelas entrevistadas das zonas Leste (68,52%), Sul (65,52%) e Oeste (52,52%).
Os tipos mais comuns de assédio sexual relatados na pesquisa são: encoxadas propositais (61,34%), olhares inconvenientes (45,35%), cantadas inconvenientes (39,78%), toque em alguma parte do corpo (35,50%), sussurros indecorosos/indecentes (18,77%) e gestos obscenos (tocar na genitália/masturbação) com 11,15%.
A pesquisa foi divulgada durante o lançamento da campanha ‘Não dê Passagem ao Assédio Sexual’. Uma iniciativa de enfrentamento ao assédio sexual dentro do transporte público da capital potiguar tocada a Secretaria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres (Semul).

Nenhum comentário:

Postar um comentário