terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Pesquisa revela que brasileiro não tem hábito de poupar e fazer planejamento financeiro




Colocar os gastos na ponta do lápis tem se mostrado um desafio e tanto quando o objetivo é economizar. Prova disso é que 56% dos brasileiros assumiram não fazer orçamento doméstico ou familiar e 69% afirmaram não ter poupado nenhuma parte da renda recebida nos últimos 12 meses, conforme aponta levantamento do Banco Central.
Os dados revelam que 72% dos entrevistados pensam se poderão pagar uma compra, mas na prática o comportamento muitas vezes é contraditório. Dos 31% que disseram poupar parte da renda, mais da metade guardou menos do que 10% do dinheiro recebido nos últimos 12 meses.
Na opinião do educador financeiro Reinaldo Domingos, os números demonstram uma tendência nacional: poucos têm o hábito de poupar e os que poupam guardam apenas uma pequena parte da renda. Para o especialista, esse comportamento afeta todas as faixas etárias, principalmente pessoas com menor renda, o que resulta na baixa capacidade de arcar com despesas imprevistas. “O primeiro passo para se economizar, para se ter uma realidade de um sonho sendo realizado é você estabelecer um percentual até mesmo dentro da sua realidade. Tem pessoas que (aplicam) 10%, 5%, 7%, 15%, 20%, é importante fazer a lição de casa, saber para onde está indo cada centavo do nosso dinheiro. Para isso, eu recomendo fazer um diagnóstico financeiro, saber extamente o que estou gastando no item padaria, no item balada, ou seja, até no cafezinho e na gorjeta que você dá”.
O especialista em finanças domésticas Carlos Sampaio ressalta que a falta de informação e planejamento ainda prejudicam os brasileiros na hora de realizar objetivos pessoais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário