quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Juiz antecipa depoimentos de testemunhas da acusação contra Henrique Alves

O juiz Francisco Eduardo Guimarães, da 14ª Vara da Justiça Federal do RN, antecipou para os dias 2 e 6 de fevereiro os depoimentos de testemunhas de acusação indicadas pelo Ministério Público Federal (MPF) no âmbito da operação Manus.
A investigação apura denúncias de corrupção ativa e passiva durante a construção da Arena das Dunas, em Natal, e tem como um dos réus o ex-ministro Henrique Eduardo Alves (PMDB), preso preventivamente na capital potiguar desde junho do ano passado.
Os depoimentos estavam marcados inicialmente para os dias 12 e 13 de abril. Foram convocados pelo MPF para serem ouvidos pelo juiz via videoconferências as testemunhas Alexandre José Barradas, Hilberto Mascarenhas Alves da Silva Filho, Benedicto Barbosa da Silva Júnior, Ricardo Pernambuco Júnior, Marcelo Bahia Odrebrecht, Cláudio Melo Filho e Otávio Marques Azevedo. Após a oitiva desse grupo, serão marcados os depoimentos das testemunhas de defesa no processo.
Os réus da operação Manus são, além de Henrique Eduardo Alves, o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ); o ex-diretor da OAS Léo Pinheiro; o ex-presidente da Odebrecht Ambiental Fernando Luiz Ayres da Cunha Santos Reis; o ex-secretário de Obras e Turismo de Natal Fred Queiroz e o publicitário Arturo de Arruda Câmara.

Agora RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário