quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Pacientes, acompanhantes e profissionais de saúde são assaltados no Pronto Socorro no RN

Pacientes, acompanhantes e profissionais de saúde são assaltados no Pronto Socorro no RN
Quatro homens armados e em duas motos assaltaram várias pessoas que estavam numa espécie de praça em frente ao Pronto Socorro do Hospital Regional Tarcísio Maia, no bairro Aeroporto, em Mossoró/RN. O crime foi registrado por volta de 20h30.
Algumas vítimas tentaram correr para dentro do Pronto Socorro do HRTM, buscando refúgio mas foram alcançadas e também assaltadas. Houve muita correria e gritos dentro do HRTM com pacientes, acompanhantes e profissionais de saúde buscando se refugiar.
A principio se acreditava dentro do HRTM que se trtava de um assassinato, considerando o número de elevados de pessoas que dão entrada baleados e que tem seus acompanhantes também envolvidos, com relação diretas com criminosas fora do hospital.
Uma testemunha relatou ao MOSSORÓ HOJE que se escondeu no banheiro, juntamente com várias outras pessoas. Ficou lotado. Ela relatou também que teve paciente que caiu da maca, tentando correr para não ser vítima dos assaltantes.
Os assassaltantes arrebataram carteiras, calulares, cordões, óculos, entre outros objetos eletrônicos. Após o asalto, algumas vítimas se deslocaram para registrar Boletim de Ocorrência e outros foram para suas casas. A movimentação no local logo voltou ao normal.
Os seguranças que estariam de serviço no HRTM não estariam usando armas. A Polícia Militar informa que sempre faz ronda pelo HRTM e as vezes até fica de prontidão, em função da internação de algum suspeito. Mas no momento do ataque não haviam viaturas perto.
O II Batalhão de Policia Militar fica bem próximo. Já com relação a Guarda Municipal, que também faz rondas reforçando o trabalho da PM, está fora de circulação, pois não tem gasolina para os veículos circularem pela cidade.
Em função do perfil de seu paciente, especialmente no atual quadro que vivenciamos, onde muitos sofrem acidentes em função de seus atos, já deveria existir uma base da Policia Militar no local, com fucionamento 24 horas por dia.

VIA MOSSORÓ HOJE

Nenhum comentário:

Postar um comentário