quinta-feira, 22 de junho de 2017

Justiça nega liberdade à viúva de hoteleiro morto a tiros em Natal

renata_1
O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte negou o pedido de habeas corpus de Renatta Borsatto, viúva do hoteleiro morto a tiros em junho de 2016 na Zona Sul de Natal. Renatta foi presa em dezembro do ano passado, suspeita de ser autora intelectual do crime. Esta é a terceira vez que Renatta tem pedido de liberdade negado.
A defesa baseou o pedido de habeas corpus no argumento de que a prisão não tem fundamentação válida e não se justifica, já que a ré não teria como interferir na investigação. A defesa pediu também a substituição da prisão pela custódia domiciliar.
A Câmara manteve a sentença e afirmou que, ao contrário do que alega a defesa, existem indícios “significativos” da participação da acusada e que a custódia cautelar é necessária para que o caso seja esclarecido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário