sábado, 29 de outubro de 2016

Ritmo do desenvolvimento da infraestrutura de transporte não acompanha tecnologias disponíveis

O desenvolvimento da malha ferroviária é estratégico no contexto da economia brasileira, uma vez que o crescimento da produção interna e das exportações exige melhoria no cenário da logística de transportes. A solução de gargalos logísticos e novos investimentos em projetos de infraestrutura viabilizariam o ganho em competitividade e impactariam positivamente na redução de custos.
O diretor-executivo da Associação Nacional dos Transportes Ferroviários (ANTF), Fernando Paes, explica que o equilíbrio da matriz de transportes é essencial para um país continental e exportador de commodities minerais e agrícolas. Para Paes, o aumento da participação do modal ferroviário depende, de um lado, nos projetos “greenfield” anunciados pelo governo federal e, de outro, da prorrogação antecipada dos contratos de concessão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário