quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Lava Jato investiga mais uma cobertura usada por Lula

lula e outro ap

Mais um imóvel usado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é investigado pela força-tarefa da Operação Lava Jato. A Polícia Federal quer saber se a cobertura no edifício Green Hill, em São Bernardo do Campo, foi comprada com dinheiro da Odebrecht.
Segundo a investigação, Glaucos da Costa Marques, primo do amigão de Lula José Carlos Bumlai, recebeu R$ 800 mil da DAG Construtora em 20 de dezembro de 2010. A empresa é investigada por ser usada pela Odebrecht para negócios ilícitos.
Glaucos teria comprado o imóvel em 2011 e passou a alugá-lo para o petista. A suspeita é que a ação seja simulação para dar caráter formal ao uso do apartamento por Lula.
O apartamento, que fica ao lado da unidade em que Lula mora desde o ano 2000, era usado por agentes que cuidavam da segurança do ex-presidente. Por pendências judiciais, o primo de Bumlai ainda não registrou o imóvel formalmente. No entanto, ele adquiriu o direito de herança da família que era proprietária.
O presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, disse, no início deste ano, que era intenção alugar o apartamento de uma pessoa conhecida. E Bumlai sempre foi próximo do petista.

Diário do Poder.

Nenhum comentário:

Postar um comentário