segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Equipamento de Raio-X do ITEP quebrado faz corpo retonar a Caicó sem necrópsia



0000000-1
O corpo do jovem Josenilson Medeiros da Silva, de 17 anos, suspeito de participar da execução do Cabo Gonzaga e que foi morto em confronto com a Polícia Militar na última sexta feira, 28 de outubro, foi para Natal e voltou a Caicó ainda nesse domingo sem necrópsia.



EXPLICAÇÃO



De acordo com o coordenador do ITEP na cidade de Caicó, se faz necessário, por exigência do médico legista, o Raio-X no corpo do caicoense que desde a sexta feira se encontra na geladeira do ITEP local, e a cidade não dispõe deste equipamento, Natal tem, mas está quebrado.



CABO GONZAGA



O corpo do Cabo Gonzaga, que também foi alvejado a tiros, foi necropsiado ainda no sábado, contudo, de acordo com o coordenador, o médico responsável pela necrópsia dispensou provas por meio do Raio-X, porque facilmente conseguiu identificar a prova técnica do crime.



"Tentando agilizar as coisas, falamos com um dos médicos (Dr Saint Clair) que estava de folga e de saída para viagem e ele nos fez o FAVOR de fazer a necrópsia do Cabo Gonzaga, porque para o ITEP fazer qualquer tipo de exame precisa da solicitação da Policia Civil e documento de identificação com foto. Nesse caso somente a do Cabo atendia esses requisitos.", disse o Sargento César, coorndenador do ITEP/Caicó.



NECRÓPSIA NO CORPO DE JOSENILSON, 17 anos



"Até o momento a família não apareceu com nenhum documento de identificação com foto, apenas com um registro. Diferentemente do Cabo Gonzaga, as lesões NÃO estavam visíveis a olho nu e o médico legista não encontrou com facilidade a causa morte, por isso o Raio-X." esclarece.



FALTA MÉDICOS LEGISTAS



"Apenas que desde sexta passada a Regional do Itep Seridó não tem médico legista disponível, e por esse motivo as necrópsias foram feitas na sede do Itep em Natal. Os casos em que necessitaram do uso do Raio-X serão feitos também em Natal devido à ausência desse equipamento na Regional Seridó, e não foram feitas ainda hoje pela inoperância do equipamento nesta data. Mas que apesar da demora e intensificação do sofrimento dos familiares, a Regional do Itep Seridó busca agilizar os procedimentos dentro das possibilidades reais de funcionamento". finaliza Sargento César.



As declarações do Sargento César, coordenador do ITEP de Caicó foram feitas nesse domingo à noite.

Jair Sampaio

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário